Fiando com um fuso

Fuso é um objeto utilizado para fiar (= fazer fio) que já serve ao homem a milênios. Sua data de origem exata foi perdida, mas arqueólogos encontraram objetos semelhantes ainda na era neolítica.

Um fuso nada mais é que uma haste na qual se prende um contrapeso para dar estabilidade na hora de girar. E é nesse girar que o fio se faz a partir da fibra que a fiandeira vai soltando de suas mãos para a haste. Um fuso pode ser feito de madeira, metal, pedra, plástico e se você sair procurando aí pela internet vai encontrar gente que improvisou o seu com lápis e cds.

Hoje em dia, pouco vemos gente fiando por aí ou até mesmo que reconheça um fuso, mas no passado era ocupação de famílias inteiras: no fim do inverno, recolhia-se a lã dos animais, que era lavada e cardada. E pelo resto do ano, essa fibra toda deveria ser fiada para virar roupas, cobertores e demais tecidos necessários para a sobrevivência da família na próxima estação gelada.

Não era moleza, não. Fiar quilos e quilos de fibra a mão era trabalho para meses sem fim. E para facilitar o serviço que não acabava nunca, alguém inventou, por volta do século XI a roca, que agilizou muito a produção.

Com a Revolução Industrial, os fusos e rocas foram aposentados. As máquinas passaram a se ocupar do trabalho enfadonho, cansativo e longo e o que antes eram objetos presentes em todas as casas, ninguém mais lembrava que existiram. Só com a recente onda de revalorização dos trabalhos manuais é que eles estão voltando a ter espaço, tanto quanto outras manualidades como o tricô e o crochê. E como tudo que não é um dever, uma obrigação, virou hobby e até meio de vida de muitas artesãs. Afinal, é um contentamento fiar o próprio fio que se vai utilizar para fazer uma peça.

Você também pode ter o seu fuso e aprender a fiar.

Em nossa loja virtual, você encontra dois tipos de fuso: top whorl, usado para fiar fios mais finos,  e bottom whorl, para fios mais grossos.

.

>> Interessada em comprar fibra? Conheça nossas cores.

Bottom whorl e top whorl.

Dica de leitura

Se você é daquelas pessoas que gostam de pesquisar sobre seus hobbies, então não pode deixar de ler o livro Fleece & Fiber Sourcebook, escrito por Deborah Robinson e Carol Ekarius, publicado em inglês pela editora Storey Publishing.

O livro é uma enciclopédia ilustrada e trata de mais de 200 tipos de fibras animais, desde raças de ovelhas com pelos longos aos curtos, passando também pelos camelídios (alpacas, lhamas, vicunhas), bisão, cavalo, coelhos e até cachorro.

Você encontra muita informação sobre as características de cada animal, cor, densidade e comprimento da fibra, recomendações sobre processamento e sobre como usá-la.

Este livro é essencial na livraria de qualquer pessoa que ame fibras naturais.

Onde encontrar: Amazon. (entrega no Brasil)