Patches bordados

tutorial por Clara Quintela (@clarabeauty)

Material:

-2 meadas do fio para bordado da Fazenda em duas cores diferentes da sua preferência (em breve disponíveis para venda)
-Bastidor (mas se o tecido for bem grosso não precisa)
-Tecido em algodão. Se for grosso, como uma lona, melhor!
-Feltro
-Papel carbono para transferir o desenho
-O desenho (você o encontra ali embaixo)
-Agulha, tesoura afiada e cola branca.

1- Transfira o desenho para o tecido (se for usar bastidor, não esqueça de deixar espaço nas bordas).

2- Faça todo o contorno em ponto atrás .

3- Faça a primeira camada de ponto cheio NA HORIZONTAL .

4- Faça a segunda camada de ponto cheio NA VERTICAL .

5- Recorte o bordado deixando uma pequena margem de tecido em volta. Essa margem você vai precisar depois quando for costurar o seu bordado na roupa .

6- Espalhe cola no verso do bordado e também no tecido em torno e cole no feltro. E seguida deixe secar naturalmente, de preferência debaixo de um livro ou algo bem pesado.

6- Uma vez, seco recorte as bordas do jeito que você quiser e costure na sua roupa .

Sugestões de imagens para você bordar

Você pode imprimir o passo a passo com os desenhos:

tutorial-de-broch2e

Enjoy!

Pau-brasil

Quando as expedições portuguesas chegaram ao Brasil,  no início do século XVI,  encontraram uma árvore muito semelhante a outra árvore tintórea asiática, já conhecida na Europa pelo extraordinário corante rubro. O pau-brasil era conhecido pelos índios tupis como “ibirapitanga”, que significa “pau vermelho”.

Tronco de pau-brasil com mais de 30 anos

O comércio do pau-brasil foi a primeira atividade econômica em nossas terras. Além do corante, sua madeira nobre também era muito apreciada para marcenaria.  Foi a primeira árvore a entrar na lista de espécies ameaçadas  de extinção no Brasil, devido à sua intensa exploração.

Hoje, nós dos Fios da Fazenda utilizamos resíduos de pau-brasil (serragem/pó) provenientes de uma fonte sustentável, uma  fábrica de arcos de violino que  possui uma plantação com mais de 40 anos,  certificada pelos órgãos ambientais competentes.

Serragem de pau-brasil

Do corante obtido dessa serragem, conseguimos tingir nossos fios em diversas cores e em diferentes tons.

Já estão disponíveis em nossa loja virtual, fios em 5 cores tingidas a partir do pau-brasil.

www.fiosdafazenda.com.br

Meadas tingidas com pau-brasil

Em breve, traremos mais novidades!

Xale Aurora

Por Clara Quintela

Modelo: Luiza Bassotto
Fazenda São Francisco – Chiniquá – São Pedro do Sul/RS

Esse é um xale todo trabalhado em ponto meia (cordões de tricô) e aumentos apenas no lado direito do xale. Sua beleza fica por conta da mistura das cores. Por isso, use sua criatividade na hora de escolhê-las. Sendo uma construção muito simples, pode ser facilmente aumentado ou diminuído, conforme sua necessidade, bastando repetir a Parte 1 quantas vezes achar necessário antes de trabalhar a Borda Rendada.

Divirta-se!

Clara

Material:

4 meadas do fio Merino Sock 4 ply da Fazenda, em 4 cores contrastantes (100% lã merino. 100g/ 380m)

Agulhas 4mm (recomendado: agulha circular com pelo menos 80cm de comprimento) 1 agulha para acabamento
1 marcador

Amostra: (em cordões de tricô): 20 pts x 36 carr = 10 cm

Abreviações:
m – meia
laç – laçada
2pjm – dois pontos juntos em meia
ld – lado direito do trabalho la: lado avesso do trabalho

Execução

Utilizando a cor A, monte 3 pontos.

Parte 1 (na cor A)
Cordões de tricô
Carr 1: (ld) 2m, coloque o marcador, laç, m até o fim da carreira. (1 aumento)
Carr 2 e todas as pares: (la) m.
Repita essas duas carreiras até ter 59 pontos nas agulhas.

Carreira rendada simples: (ld) 2m, laç, 2m, * laç, 2jpm* até o fim da carreira. Na carreira seguinte, tricote todos os pontos e laçadas em meia.

Parte 2 (na cor B)
Repita a parte Cordões de tricô da Parte 1 até ter um total de 119 pontos na suas agulhas.
Em seguida, faça

Carreira rendada simples: (ld) 2m, laç, 2m, * laç, 2jpm* até o fim da carreira.
Na carreira seguinte, tricote todos os pontos e laçadas em meia. Total 120 pontos .

Parte 3 (na cor C)
Repita a parte Cordões de tricô da Parte 1 até ter um total de 179 pontos na suas agulhas. Em seguida, faça:


Carreira rendada simples: (ld) 2m, laç, 2m, * laç, 2jpm* até o fim da carreira. Na carreira seguinte, tricote todos os pontos e laçadas em meia. Total 180 pontos

Parte 4 (na cor D)
Repita a parte Cordões de tricô da Parte 1 até ter um total de 239 pontos na suas agulhas. Em seguida, faça a Borda Rendada descrita abaixo:

Borda rendada
Carr 1: (ld) 2m, *laç, 2jpm* até o fim da carreira.
Carr 2 e 4: (la) tricote todos os pontos e laçadas em meia
Carr 3: (ld) 2m, laç, 1m, *laç, 2jpm* até o fim da carreira.

Repita as carreiras de 1-4 mais 25 vezes.

Arremate frouxamente, esconda os fios.

Para um resultado mais bonito, recomendo blocar levemente, sem esticar muito os cordões de tricô e um pouco mais agressivamente a borda rendada.

Mudamos!

Aqui estamos nós, de cara nova, site novo, marca nova e a mesma qualidade e carinho na produção e tingimento artesanal dos nossos fios e mechas de lã.

Com tudo isso, começamos também um novo blog, substituindo o Blog da Fazenda, que continuará lá no antigo endereço virtual como arquivo.

Por aqui você verá novidades sobre nossos produtos, nosso processo de produção, curiosidades e dicas, e claro, muitas receitas com nossos fios!

Gorro Espiral

Um gorrinho bem fácil, para quem está se aventurando agora no tricô.

Gorro Espiral
Gorro Espiral

Tamanhos
P (M, G)
Circunferência da cabeça: 50 (55, 60) cm

Material
1 meada do fio Merino Worsted da Fios da Fazenda (100g / 190m)
Agulhas 3,5mm (circular 40 cm e dpn) e 4,5mm (circular 40 cm)
1 marcador

Amostra
20 pts x 28 carr = 10 cm

Execução
Monte 80 (88, 96) pontos nas agulhas 3,5mm, coloque um marcador e feche para trabalhar em circulos.

Trabalhe 12 carreiras em ponto barra 2 x 2. Em seguida, mude para agulha 4,5 e faça:

carr 1: *4 m, 4 t*.
carr 2: *1 t, 4 m, 3 t*.
carr 3: *2 t, 4 m, 2 t*.
carr 4: *3 t, 4 m, 1 t*.
carr 5: *4 t, 4m*.
carr 6: *1 m, 4 t, 3 m*.
carr 7: *2 m, 4 t, 2 m*.
carr 8: *3 m, 4 t, 1 m*.

Repita essas 8 carreiras até seu gorro ter 17 (18, 19) cm total de altura.

Diminuições

Apenas para o tamanho G:
carr 1: *10 m, 2pjm*
carr 2: m

Apenas para o tamanho M e G:
carr 3: *9 m, 2pjm *
carr 4: m

Para todos os tamanhos:
carr 5: *8 m, 2pjm *
carr 6 e todas as pares: m
carr 7: *7 m, 2pjm *
carr 9: *6 m, 2 pjm *
carr 11: *5 m, 2 pjm *
carr 13: *4 m, 2 pjm *
carr 15: *3 m, 2 pjm *
carr 17: *2 m, 2 pjm *
carr 19: *1 m, 2 pjm *
carr 21: *2 pjm *

Corte o fio deixando cerca de 15 cm de comprimento. Coloque numa agulha e passe por dentro dos 8 pontos que sobraram. Puxe para fechar o gorro e esconda os fios.

Juno Shawl

A colorful and squishy shawl to warm you in cold days. Juno is a cozy shawl worked from the top down in 4 different colors of the softest merino fingering wool you can find.

>> Favorite this pattern on Ravelry

This is a very simple shawl perfect for those who already had a little experience with brioche and want to take a step further.

In one side, only one color is used. In the other, 3 different colors alternated give you a fun transition and a nice effect that only brioche stitch can provide.

Have fun! 🙂

Modelo: Iris Alessi. Foto: Andressa Lopes
Modelo: Iris Alessi. Foto: Andressa Lopes

Modelo: Iris Alessi. Foto: Andressa Lopes
Modelo: Iris Alessi. Foto: Andressa Lopes

 

 

 

 

 

 

 

 

 Juno Shawl

by Clara Quintela

Material
Yarn: 250g of any fingering yarn, in 4 contrasting colors (100g of the main color and 50g of the others)
Needles: 3,5mm (circular, at least 32”/80cm long)
Accessories: 2 markers, darning needle

Gauge (in brioche st)
18 sts x 22 rows = 10 cm

Finished measurements

Xale Juno_esquema

 

 

 

 

Notes

  • This piece start at the upper middle of the shawl.
  • If you are not super confident when knitting brioche, I suggest you use a lifeline every several rows.

Considerations about the color work

  • I used only 1 color/1 skein in one side and the other 3 on the other side. So, you are going to have in one side the same skein from the beginning to the end (hereafter called main color or MC) and change only the colors on the other side (hereafter called contrasting color or CC).
  • I knitted approximately 12 repetitions of part 2 in each contrasting color.
  • After these 12 repetitions, I made some stripes, alternating every two rows the previous cc with the next cc three times total. For that, the color change happens ONLY and JUST in the rows 3: (LS DC)

Since this is a shawl, you are free to play with your own imagination and alternate the colors as you wish. 🙂

Modelo: Iris Alessi. Foto: Andressa Lopes
Photo: Andressa Lopes

 

 

 

 

 

 

 

Wrapped cast on
Make a magic ring (wrap a circle wrapping both yarns together clockwise around your left finger once), leaving approximately a 15cm tail. With LC, insert your right needle in the middle of the circle and k1,yo, k1, yo, k1, yo, k1 (total 7 stitches created). Tighten up the wrapped circle by pulling the tail.

Abbreviations
DS – dark side of work – the “knit” columns on this side of the work are in the dark color.
LS – light side of work – the “knit” columns on this side of the work are in the light color.
DC – dark color – use the dark-colored yarn.
LC – light color – use the light-colored yarn.

Example: LS LC means the side of the work facing you has light-colored “knit” columns and you will be working with the light-colored yarn in that row.

sm – slip marker
brk – brioche knit.
brp – brioche purl.
brkyobrk (2-stitch increase) Into ONE stitch: brk1 leaving stitch on left hand needle, yo (yarn forward under needle then over needle to back), brk1. In the next row, whenever you come to these newly created stitches, you are going to sl1yo as you are used to do and simply purl instead of brp.
br4st inc – brkyobrkyobrk (4-stitch increase) = Into ONE stitch: brk1, yo, brk1, yo, brk1. In the next row, whenever you come to these newly created stitches, you are going to sl1yo as you are used to do and simply purl instead of brp.

Directions
With the wrapped cast on, make 7 stitches. Do not turn, slide the stitches back to the opposite end of needle.

Set up row 1: (LS DC) (sl1yo, p1) three times, sl1yo. Turn.
Set up row 2: (DS LC) brp1, *sl1yo, brp1*, rep from *. Do not turn, slide.
Set up row 2: (DS DC) sl1yo, * brk1, sl1yo*, rep from *. Turn.

Part 1
row 1: (LS LC) brk1, sl1yo, br4st inc, place a marker (hereafter called central marker), sl1yo, place another marker (hereafter called central marker), br4st inc, sl1yo, brk1. Do not turn, slide. (15 sts). Note: these two markers isolate the central stitch where you’re gonna have a spine.
row 1: (LS DC) sl1yo, brp1, (sl1yo, p1) twice, sl1yo, sm, brp1, sm (sl1yo, p1) twice, sl1yo, brp1, sl1yo. Turn.
row 2 and all DS LC: brp1, *sl1yo, brp1*, rep from *. Do not turn, slide.
row 2 and all DS DC: sl1yo, * brk1, sl1yo*, rep from *. Turn.

Part 2
row 3: (LS LC) brk1, sl1yo, brkyobrk, work in brioche st to the last st before the central marker, brkyobrk, sm, sl1yo, sm, brkyobrk, work in brioche st up to the last three sts, brkyobrk, sl1yo, brk1. Do not turn, slide. (8 sts increased)
row 3: (LS DC) brioche stitch, working the increases when you come to it.
row 4 and all DS LC: brp1, *sl1yo, brp1*, rep from *. Do not turn, slide.
row 4 and all DS DC: sl1yo, * brk1, sl1yo*, rep from *. Turn.

Repeat the rows 3 and 4 as many time as you wish. For a shawl as shown in picture, I repeat these rows 48 times (407 sts total at the end).

Xale Juno

Que tal um xale bem colorido e espesso para enfrentar o frio desse inverno?

O Juno é um xale todo feito em brioche bicolor, ponto que é mais conhecido no Brasil como barra inglesa. Esse ponto é uma variação do ponto barra 1 x1 e tem como características ser mais “fofo” e mais elástico.

Junte a isso ao fato de que ele foi feito com o fio Merino Sock 4ply da Fios da Fazenda, uma lã já conhecida pela sua maciez e delicadeza, que fazem esse xale ser perfeito para ser usado em contato direto com a pele.

Modelo: Iris Alessi. Foto: Andressa Lopes
Modelo: Iris Alessi. Foto: Andressa Lopes

Modelo: Iris Alessi. Foto: Andressa Lopes
Modelo: Iris Alessi. Foto: Andressa Lopes

 Xale Juno

por Clara Quintela

>> Favorite essa receita no Ravelry

Material

Fio: 4 meadas de Fios da Fazenda Merino Sock 4 ply, em 4 cores contrastantes

>> Você pode comprar o fio para esse projeto em nossa loja online

Agulhas: 3,5 mm (circular, com pelo menos 80 cm de comprimento)
Acessórios: 2 marcadores, agulha para acabamento

Amostra (em ponto brioche)
18 pts x 22 carr = 10 cm

Tamanho final (blocado)

Xale Juno_esquema

Observações

  • Esse xale começa no centro superior.
  • Se você não está super confiante em tricotar em ponto brioche, sugiro que use um fio de segurança de vez em quando.

Considerações sobre o trabalho em cores

  • Eu usei apenas uma cor/uma meada de um lado (a qual me referirei como cor principal ou CP) e as outras 3 cores (que chamarei de cor contrastante ou CC) do outro. Isso quer dizer que você terá sempre a mesma cor/a mesma meada de um lado e precisará trocar apenas as do outro lado do xale.
  • Eu tricotei 12 repetições da parte 2 em cada cor contrastante.
  • Depois dessas 12 repetições, eu fiz algumas listras para marcar a transição, alternando a cada duas carreiras a CC anterior e a próxima, três vezes no total. Para isso, a mudança de cor acontece SEMPRE e APENAS nas carreira 3: (LC CE))

Não se esqueça: Isso é um xale. Sinta-se à vontade para modificar a variação das cores da maneira que a sua imaginação mandar 🙂

Wrapped cast on
Faça um anel mágico (enrole os dois fios juntos em sentido horário em torno do seu indicador da mão esquerda uma vez), deixe aproximadamente cerca de 15 cm de fio sobrando. Utilizando a CP, insira a agulha da mão direita agulha no meio do círculo e faça 1m, laç, 1m, laç, 1m, laç, 1m (total 7 pontos criados). Puxe o fio para fechar o anel mágico.

Abreviações
LE – lado escuro do trabalho – as colunas em meia nesse lado do trabalho são trabalhadas na cor escura.
LC – lado claro do trabalho – as colunas em meia nesse lado do trabalho são trabalhadas na cor clara
CE – cor escura – use o fio escuro
CCL – cor clara – use o fio claro

Exemplo: LC CCL signifique que o lado do trabalho em que você vai trabalhar agora tem colunas em meia tricotadas na cor clara (LC) e que você vai tricotar essa carreira com o fio claro (CCL).

pm – passar marcador
brm – brioche meia
brt – brioche tricô

>> Como tricotar brm e brt

brmyobrm (aumenta 2 pts) dentro do mesmo ponto, faça: brm1, laç, brm1. Na carreira seguinte, quando você chegar nesses pontos recém criados, você vai p1sf como você está acostumada e simplesmente tricotar o ponto seguinte em tricô invés de brt.

br4pt – brmyobrmyobrm (aumento 4 pts) = dentro do mesmo ponto, faça: brm1, laç, brm1, laç, brm1. Na carreira seguinte, quando você chegar nesses pontos recém criados, você vai p1sf como você está acostumada e simplesmente tricotar o ponto seguinte em tricô invés de brt.

>> Como fazer aumentos em brioche

Modelo: Iris Alessi. Foto: Andressa Lopes
Foto: Andressa Lopes

Execução
Com a montagem do anel mágico, faça 7 pontos. Não vire o trabalho, arraste todos os pontos para a outra extremidade da agulha.

carreira de preparação 1: (LC CE) (p1sf laç, p1) três vezes, p1sf laç. Vire o trabalho.
carreira de preparação 2: (LE CCL) brt1, *p1sf laç, brt1*, rep de*. Não vire o trabalho, arraste todos os pontos para a outra extremidade da agulha.
carreira de preparação 2: (LE CE) p1sf laç, * brm1, p1sf laç*, rep de *. vire o trabalho.

Parte 1
carreira 1: (LC CCL) brm1, p1sf laç, br4pt, coloque um marcador (de agora em diante chamado de marcador central), p1sf laç, coloque outro marcador (de agora em diante chamado de marcador central), br4pt, p1sf laç, brm1. Não vire o trabalho, arraste todos os pontos para a outra extremidade da agulha. (15 pts). Nota: esses dois marcadores isolam o ponto central que vai formar a espinha do xale.
carreira 1: (LC CE) p1sf laç, brt1, (p1sf laç, p1) duas vezes, p1sf laç, pm, brt1, pm (p1sf laç, p1) duas vezes, p1sf laç, brt1, p1sf laç. Vire o trabalho.
carreira 2 e todas as (LE CCL): brt1, *p1sf laç, brt1*, rep de *. Não vire o trabalho, arraste todos os pontos para a outra extremidade da agulha.
carreira 2 e todas as (LE CE): p1sf laç, * brm1, p1sf laç*, rep de *. Vire o trabalho.

Parte 2
carreira 3: (LC CCL) brm1, p1sf laç, brmyobrm, trabalhe em brioche até o último ponto antes do marcador central, brmyobrm, pm, p1sf laç, pm, brmyobrm, trabalhe em brioche até os últimos três pontos, brmyobrm, p1sf laç, brm1. Não vire o trabalho, arraste todos os pontos para a outra extremidade da agulha. (8 pts aumentados)
carreira 3: (LC CE) tricote em brt, trabalhando os aumentos quando você chegar neles.
carreira 4 e todas as carreiras (LE CCL): brt1, *p1sf laç, brt1*, rep from*. Não vire o trabalho, arraste todos os pontos para a outra extremidade da agulha.
carreira 4 e todas as carreiras(LE CE): p1sf laç, *brm1, p1sf laç*, rep from *. Vire o trabalho.

Repita as carreiras 3 e 4 quantas vezes você desejar. Para o xale da foto, eu repeti essas carreiras 48 vezes (407 pts total ao final).

Gola Posadeña

Toda a doçura da lã merino para aquecer os dias mais frios desse inverno. A gola Posadeña é uma receita super fácil de fazer que vai ficar linda com os nosso fios mesclados.

Por Mariane Brezolin

Gola Posadeña WhatsApp Image 2018-06-25 at 09.51.12

Material
2 meadas do fio Merino Worsted da Fazenda (100m /200m), na sua cor preferida – mas a gente recomenda os fios coloridos

>> Você pode comprar o fio Merino Worsted da Fazenda em nossa loja online

Agulhas 6 mm
Agulha para costurar e entrar os fios no fim

Amostra
20 pts = 7 cm em ponto barra 2×2

Execução

Monte 40 pontos e trabalhe em ponto barra 2×2 (*2m, 2t*) até o seu cachecol ter aproximadamente 1m40cm.

Arremate os pontos e costure as duas pontas, tomando cuidado para não torcer.

Voilà! Você tem uma gola quentinha para esse inverno.WhatsApp Image 2018-06-25 at 09.51.09

Xale Alegria

Xale Alegria

por Clara Beauty

PEQ_xale_wingardium4

Material

Fio: 1 meada do fio Merino Lace Da Fazenda (100% lã merino. 100g/800m)

Agulhas: circular 4mm (pelo menos 80cm de comprimento)

Acessórios: 4 marcadores; agulha de tapeçaria para acabamentos.

Tamanho (após ser blocado)

 1,90m x 83cm

Legenda

 cddmdc : mate duplo central

 yo laç: laçada

ssk ms: mate simples

 k2tog 2pjm: 2 pontos juntos em meia.

 knit m : meia

Observações

* Os gráficos mostram o lado direto do trabalho.

* Cada carreira do gráfico deve ser repetida 2 vezes – uma para cada seção do xale. Entre uma seção e outra existe um pontos guia. Por isso, faça sempre 1m antes de repetir cada carreira.

* Em ambas extremidades do xale, há três pontos de borda que não constam nos gráficos. Esses pontos devem ser tricotados sempre em meia, tanto no direito como no avesso do trabalho.

* Para um melhor acabamento, recomendo blocar firmemente seu xale ao terminar.

Execução

xale_wingardium2

Monte 3 pts.

Tricote em meia por 6 carreiras para formar um pequeno retângulo.

Com 3 pontos na agulha, levante 3 pontos na lateral do retângulo e mais 3 pontos na base. Total 9pts.

carr 1 (avs): 3m, 3t, 3m.

carr 2 (dir): 3m (borda), cm, laç, 1m, laç, cm, 1m (ponto guia), cm, laç, 1m, laç, cm, 3m. (Total 13pts)

carr 3: 3m, 7t, 3m.

De agora em diante, cada gráfico deve ser repetido duas vezes para formar os dois triângulos do xale. Entre uma repetição e outra, há um ponto que vai formar a espinha do xale. O esquema é o seguinte:

 3 pontos de borda – parte x – ponto divisor – repita a parte x –  3 pontos de borda.

Esse ponto divisor deve ser sempre tricotado em meia do lado direito do trabalho e em tricô do lado avesso.

Comece a parte 1.

Parte 1

Wingardium_chart1_part1
Clique na imagem para aumentar

carr 1: laç, 3m, laç.

carr 2 e todas as pares: t.

carr 3: laç, 1m, laç, mdc, laç, 1m, laç.

carr 5: laç, 1m, 2pjm, laç, 1m, laç, ms, 1m, laç.

carr 7: laç, 2m, laç, 3m, laç, mdc, 1m, laç.

carr 9: laç, 2pjm, laç, 1m, laç, ms, 1m, 2pjm, laç, 1m, laç, ms, laç.

carr 11: laç, 2pjm, laç, 3m, laç, mdc, laç, 3m, laç, ms, laç.

carr 13: laç, 2m, laç, ms, 1m, 2pjm, laç, 1m, laç, ms, 1m, 2pjm, laç, 2m, laç.

carr 15: laç, 4m, laç, mdc, laç, 3m, laç, mdc, laç, 4m, laç.

carr 17: laç, 1m, laç, ms, 1m, 2pjm, laç, 1m, laç, ms, 1m, 2pjm, laç, 1m, laç, ms, 1m, 2pjm, laç, 1m, laç.

carr 19: laç, 3m, laç, mdc, laç, 3m, laç, mdc, laç, 3m, laç, mdc, laç, 3m, laç.

carr 21: laç, 3m, (2pjm, laç, 1m, laç, ms, 1m) x3, 2m, laç.

carr 23: laç, 2m, laç, mdc, (laç, 3m, laç, mdc) x3, laç, 2m, laç.

carr 25: laç, 2m, 2pjm, laç, 1m, (laç, ms, 1m, 2pjm, laç, 1m) x 3, laç, ms, 2m, laç.

carr 27: laç, (1m, laç, mdc, laç, 2m) x 4, 1m, laç, mdc, laç, 1m, laç.

carr 29: laç, 1m, (2pjm, laç, 1m, laç, ms, 1m) x 5, laç.

carr 31: laç, 1m, 2pjm, (laç, 3m, laç, mdc) x 4, laç, 3m, laç, ms, 1m, laç.

carr 33: laç, 2pjm, laç, 1m, (laç, ms, 1m, 2pjm, laç, 1m) x 5, laç, ms, laç.

carr 35: laç, 2pjm, laç, 2m, (1m, laç, mdc, laç, 2m) x5, 1m, laç, ms, laç.

carr 37: laç, 2m, laç, ms, 1m, (2pjm, laç, 1m, laç, ms, 1m) x5, 2pjm, laç, 2m, laç.

carr 39: laç, 4m, laç, mdc, (laç, 3m, laç, mdc) x5, laç, 4m, laç.

carr 41: laç, 1m, (laç, ms, 1m, 2pjm, laç, 1m) x7, laç.

carr 43: laç, 2m, (1m, laç, mdc, laç, 2m) x7, 1m, laç.

Vá para a parte 2.

Parte 2

Wingardium_chart1_part2
Clique na imagem para aumentar

carr 45: laç, 3m, (2pjm, laç, 1m, laç, ms, 1m) x7, 2m, laç.

carr 47: laç, 2m, laç, mdc, (laç, 3m, laç, mdc) x7, laç, 2m, laç.

carr 49: laç, 2m, 2pjm, laç, 1m, (laç, ms, 1m, 2pjm, laç, 1m) x 7, laç, ms, 2m, laç.

carr 51: laç, (1m, laç, mdc, laç, 2m) x 8, 1m, laç, mdc, laç, 1m, laç.

carr 53: laç, 1m, (2pjm, laç, 1m, laç, ms, 1m) x 9, laç.

carr 55: laç, 1m, 2pjm, (laç, 3m, laç, mdc) x8, laç, 3m, laç, ms, 1m, laç.

carr 57: laç, 2pjm, laç, 1m, (laç, ms, 1m, 2pjm, laç, 1m) x9, laç, ms, laç.

carr 59: laç, 2pjm, laç, 2m, (1m, laç, mdc, laç, 2m) x9, 1m, laç, ms, laç.

carr 61: laç, 2m, laç, ms, 1m, (2pjm, laç, 1m, laç, ms, 1m) x9, 2pjm, laç, 2m, laç.

carr 63: laç, 4m, laç, mdc, (laç, 3m, laç, mdc) x9, laç, 4m, laç.

carr 65: laç, 1m, (laç, ms, 1m, 2pjm, laç, 1m) x11, laç.

carr 67: laç, 2m, (1m, laç, mdc, laç, 2m) x11, 1m, laç.

carr 69: laç, 3m, (2pjm, laç, 1m, laç, ms, 1m) x11, 2m, laç.

carr 71: laç, 2m, laç, mdc, (laç, 3m, laç, mdc) x11, laç, 2m, laç.

carr 73: laç, 2m, 2pjm, laç, 1m, (laç, ms, 1m, 2pjm, laç, 1m) x 11, laç, ms, 2m, laç.

carr 75: laç, (1m, laç, mdc, laç, 2m) x 12, 1m, laç, mdc, laç, 1m, laç.

carr 77: laç, 1m, (2pjm, laç, 1m, laç, ms, 1m) x 13, laç.

Vá para a parte 3.

Parte 3

O gráfico 2 deve ser feito 4 vezes (total 96 carreiras), da seguinte maneira:

  • primeira vez: repita a parte marcada em vermelho 5 vezes;
  • segunda vez: repita a parte marcada em vermelho 7 vezes;
  • terceira vez: repita a parte marcada em vermelho 9 vezes;
  • quarta vez:: repita a parte marcada em vermelho 11 vezes.

Wingardium_chart2
Clique na image para aumentar

Repita as carreiras 79-102 quatro vezes no total (96 carreiras).

carr 79: laç, 5m, ms, 3m, laç, (1m, laç, 3m, 2pjm, 1m, ms, 3m, laç) 5 vezes (7 vezes, 9 vezes, 11 vezes), 1m, laç, 3m, 2pjm, 5m, laç.

carr 80 e todas as pares: t.

carr 81: laç, 1m, laç, 2m, 2pjm, 1m, ms, 2m, laç, 1m, (2m, laç, 2m, 2pjm, 1m, ms, 2m, laç, 1m) 5 vezes (7 vezes, 9 vezes, 11 vezes), 2m, laç, 2m, 2pjm, 1m, ms, 2m, laç, 1m, laç.

carr 83: laç, (1m, 2pjm, laç, 1m, 2pjm, laç, 1m, laç, ms, 1m, laç, ms) 5 vezes (7 vezes, 9 vezes, 11 vezes), 1m, laç.

carr 85: laç, 1m, 2pjm, laç, 1m, 2pjm, laç, 3m, laç, ms, 1m, laç, (mdc, laç, 1m, 2pjm, laç, 3m, laç, ms, 1m, laç) 3 vezes (5 vezes, 7 vezes, 9 vezes), mdc, laç, 1m, 2pjm, laç, 3m, laç, ms, 1m, laç, ms, 1m, laç.

carr 87: laç, 2m, (2m, 2pjm, laç, 2pjm, laç, 1m, laç, ms, laç, ms, 1m) 7 vezes (9 vezes, 11 vezes, 13 vezes), 3m, laç.

carr 89: laç, 1m, laç, ms, (1m, 2pjm, laç, 2pjm, laç, 3m, laç, ms, laç, ms) 7 vezes (9 vezes, 11 vezes, 13 vezes), 1m, 2pjm, laç, 1m, laç.

carr 91: laç, 4m, (1m, ms, 3m, laç, 1m, laç, 3m, 2pjm) 7 vezes (9 vezes, 11 vezes, 13 vezes), 5m, laç.

carr 93: laç, 1m, laç, 2m, 2pjm, (1m, ms, 2m, laç, 3m, laç, 2m, 2pjm) 7 vezes (9 vezes, 11 vezes, 13 vezes), 1m, ms, 2m, laç, 1m, laç.

carr 95: laç, 1m, 2pjm, laç, 1m, 2pjm, laç, (1m, laç, ms, 1m, laç, ms, 1m, 2pjm, laç, 1m, 2pjm, laç) 7 vezes (9 vezes, 11 vezes, 13 vezes), 1m, laç, ms, 1m, laç, ms, 1m, laç.

carr 97: laç, 1m, 2pjm, laç, 1m, 2pjm, laç, 1m, (2m, laç, ms, 1m, laç, mdc, laç, 1m, 2pjm, laç, 1m) 7 vezes (9 vezes, 11 vezes, 13 vezes), 2m, laç, ms, 1m, laç, ms, 1m, laç.

carr 99: laç, 4m, 2pjm, laç, 2pjm, laç, (1m, laç, ms, laç, ms, 3m, 2pjm, laç, 2pjm, laç) 7 vezes (9 vezes, 11 vezes, 13 vezes), 1m, laç, ms, laç, ms, 4m, laç.

carr 101: laç, 1m, laç, ms, 1m, 2pjm, laç, 2pjm, laç, 1m, (2m, laç, ms, laç, ms,1m, 2pjm, laç, 2pjm, laç, 1m) 7 vezes (9 vezes, 11 vezes, 13 vezes), 2m, laç, ms, laç, ms,1m, 2pjm, laç, 1m, laç.

Finalização

Arremate todos os pontos frouxamente.

Bloque com firmeza.

xale_wingardium3  xale_wingardium1

O tempo não para

E nem a gente aqui na Fazenda.

Desde quando começamos a produzir os fios para 2013, está tudo uma correria. Todo mundo envolvido em lavar, cardar, fiar, tingir…

Esse é um pedacinho do nosso galpão, onde tudo acontece.

Essa é a nossa meadeira que fizemos nós mesmos, com pedaços de madeiras que achamos na Fazenda. Na foto, a gente estava calculando quantos metros eram necessários para que nosso fio auto-listrável (self-stripe) fizesse listras direitinho nas meias.

Todos os nossos movimentos são friamente calculados 🙂

Você sabia que, ao receber tratamento superwash, o fio absorve as cores de maneira diferente? E lá fomos nós testar todas as possibilidades de tons para levar a você as cores mais lindas que poderíamos obter.

fazenda2
Teste de cores

Entre os tantos pigmentos (todos naturais, a gente garante) que usamos, um deles é a cochonilha, responsável por esse rosa algodão-doce e variações.

fazenda3
Cochonilha é amor

Depois de tingido, vai tudo para o varal, digo, cerca. Depois, direto para as suas agulhas.

fazenda4
Quase tudo pronto

Pegando um bronze na cerca.
Pegando um bronze na cerca.

Aí os pedidos vão chegando e a gente corre para encaixotar tudo.

Tudo muito bem embaladinho
Tudo muito bem embaladinho

E nas suas agulhas, o que você tem feito com os nossos fios? Mostra pra gente!